terça-feira, 18 de abril de 2017

Lançamentos de Abril: Arqueiro

Bom dia aventureiros.
Bora conferir algumas novidades literárias da Arqueiro para esse mês de Abril?
Para ver mais sobre o livro é só clicar na imagem!
Esse mês, dando continuidade a algumas séries, chega o sexto e último livro da série de romance de época Os Bedwyns da Mary Balogh e eu amei essa família e não vejo a hora de poder conferir este último volume! ^^
Além do segundo volume da trilogia Anjo da Noite do Brent Weeks, A Margem das Sombras é continuação de Caminho das Sombras lançado ano passado, uma obra de fantasia dark que narra as aventuras de Kylar Stern, um assassino habilidoso.
 
Tem novidade do Tio Nick também! O autor que já possui vários livros lançados por aqui e vários deles adaptados para o cinema/tv, veio ao Brasil no começo desse mês para divulgar seu novo livro Dois a Dois e parece que lotou as sessões. Eu queria ter ido mas como moro em interior é bem difícil e fiquei só na vontade, mas estou curiosa para ler a obra. 
Uma das grandes apostas é o thriller Boneco de Pano do Daniel Cole. Outras novidades são Um Menino Em Um Milhão da Monica Wood e Amanhã Eu Paro de Gilles Legardinier que parecem ser histórias emocionantes e divertidas.

Como sempre a editora arrasa os nossos corações a cada mês não é mesmo? Eu confesso que fiquei curiosa com todos os livros hahaha mas estou mais ansiosa pelo do Brent Weeks e o da Mary Balogh para dar continuidade as séries que eu já acompanho, e também quero muito o novo do Nicholas e Boneco de Pano. ^^

E vocês gostaram de quais? Já leram algum?
Beijos

domingo, 16 de abril de 2017

[Resenha] Quando a Bela Domou a Fera - Eloisa James

TítuloQuando A Bela Domou a Fera (Contos de Fadas 1)
Título Original: When Beauty Tamed The Beast
AutorEloisa James
EditoraArqueiro
Ano2017
Páginas: 320
Bom dia!
Hoje a resenha é desse novo romance de época lançado pela editora arqueiro em março. O tão aguardado livro faz parte de uma série que reconta alguns clássicos contos de fadas em romances de época. Como o próprio título já demonstra essa obra trará personagens que foram baseados em A Bela e a Fera.

Linnet Thrynne é uma jovem linda, charmosa e deslumbrante, uma verdadeira beldade que consegue deixar até mesmo príncipes ao seus pés. Porém, Linnet carrega a marca de sua mãe na alta sociedade, os descuidos da mãe e sua luxúria no passado, fazem de Linnet uma jovem promíscua mesmo que a mesma nunca tenha tido esses pensamentos em relação a algum cavalheiro.

O preconceito que sofre até mesmo por parte da própria família por conta de sua genética acaba por transformar um pequeno mal entendido em um escândalo e deixa sua reputação em risco. Assim, seu pai a envia para Gales para se tornar noiva de Piers Yelverton, conde de Marchant, um excelente médico, mas com um temperamento difícil, um homem amargurado por um passado familiar conturbado e que possui um defeito em sua perna que acabou lhe conquistando o apelido de Fera por toda sociedade londrina. 

Piers não pretende aceitar a noiva que foi escolha de seu pai, mas a presença de Linnet acaba trazendo a tona sentimentos que ele esperava nunca sentir por mulher nenhuma. E Linnet que nunca antes tinha se sentido atraída por homem nenhum e acreditava ser incapaz de tais sentimentos, vai descobrir que pode compreender um pouco sua mãe e mesmo que não consiga aceitar suas atitudes pode vir a perdoá-la.

A relação que surge entre os dois é de descoberta, ambos possuem marcas em seu passado que acabam impedindo-os de viver ou de se entregar. Mas Linnet vai aprender muito com os dias que passará no castelo em Gales e Piers vai aprender que é capaz de amar. A dinâmica entre os personagens é bem encantadora, mesmo que um não queira aceitar o outro, acabam por se tornarem amigos e logo algo mais surge. O bacana é que a autora se inspirou no conto clássico para construir sua história porém o curioso é que ela se inspirou no Dr. House para criar seu conde Marchant, e realmente é bem parecido. kkk  

Os diálogos são bem divertidos e cheios de sarcasmo, e possui uma enorme dose de drama mas tudo bem equilibrado. Impossível não se apaixonar pela narrativa e os personagens criados por Eloisa, ela constrói cada personalidades com muito cuidado e complexidade, e desenvolve muito bem todos os personagens, desde os principais aos secundários.

A edição da arqueiro está linda né, a revisão está ótima e amei demais essa capa. O lançamento saiu no mesmo mês de lançamento do filme A Bela e a Fera da disney, o que deu maior visibilidade ainda para a obra literária. Uma indicação muito boa da diva Julia Quinn e eu não vejo a hora de conferir os outros livros da série.

Uma história intensa e emocionante e com certeza você vai se apaixonar e se encantar com essa leitura. A autora consegue prender a atenção do leitor do início ao fim em uma narrativa deliciosa e sexy.

Quem aí já leu ou quer ler? Me contem o que acharam ou esperam da leitura. ^^ 
Beijos

domingo, 9 de abril de 2017

[Resenha]: Em Algum Lugar Nas Estrelas - Clare Vanderpool


Título: Em Algum Lugar Nas Estrelas 
Título Original: Navigating Early
Autor: Clare Vanderpool
EditoraDarkSide Books
Ano2016
Páginas288
Bom dia aventureiros!
Hoje a aventura é por um livro muito delicioso que a DarkSide lançou no ano passado, esse livro lindo e super chamativo que faz parte do selo DarkLove. Eu logo quis comprar, mas acabou que enrolei um bocado para ler e fui deixando para depois, e finalmente esses dias resolvi não protelar mais e o peguei para ler e caramba... me arrependo de ter adiado tanto. É uma obra de tal grandeza! 

"As vezes, é melhor não ver todo o caminho que se estende diante de você. Deixe  a vida surpreendê-lo, Jackie. Há mais estrelas por aí do que as que já têm nome. E todas são lindas,.." Pág. 48.

O ano é 1945 e o jovem John(Jack) Baker, do interior do Kansas, aos 13 anos acaba de perder a mãe e vê sua vida virar de cabeça para baixo. Seu pai que foi para a guerra quando ele tinha 9 anos retorna para casa para um funeral e logo leva o menino para a Escola de Meninos Morton Hill em Cape Fealty, Maine. Deslocado e sem rumo, Jack acaba se sentindo pior ainda longe do pai e sem a mãe e a dificuldade em fazer amigos acaba por aproximá-lo um pouco do aluno mais estranho do colégio: Early Auden. 

O pai de Early era do conselho administrativo do colégio e faleceu após um infarto, então o menino possui bolsa integral, mas só comparece as aulas que quer. Early possui uma personalidade única e uma visão do mundo totalmente diferente dos demais, tem regras bem específicas para sua rotina como o dia certo para ouvir determinada música ou cantor. 

É com Early que Jack começa a se envolver com as atividades do colégio, como a regata do oitavo ano, que leva os dois meninos a se juntarem para reformar o barco Sweet Pie, onde Early começa a contar para Jack "a história de Pi" e aí começa a surgir uma amizade. 

Mas quando chega o feriado de natal e todos os alunos vão ficar com suas famílias, Jack fica sozinho no colégio e Early também, e Early se preparada para uma cruzada que Jack não pode permitir que o menino vá sozinho, e decide por acompanhá-lo.

"Ligar os pontos. Minha mãe dizia que olhar as estrelas tinha a ver com isso. 'Lá em cima é como aqui embaixo, Jackie. Você precisa procurar as coisas que nos conectam. Encontrar os jeitos com que nossos caminhos se cruzam, nossa vidas se interceptam e nossos corações se encontram'." Pág. 272. 

Assim, embarcam em uma jornada em busca de um urso pela trilha dos Apalaches, um lugar cheio de perigos, e para provar que Pi não tem fim. Uma aventura que se encontram com piratas e fantasmas, seres míticos e vidas que se entrelaçam de forma incrível. 

Se nos dias atuais, Early seria diagnosticado com uma forma altamente funcional de autismo, mas naquela época tal doença mal era conhecida, então ele era apenas considerado esquisito e diferente. A amizade que surge entre esses dois personagens tão diferentes, mas ao mesmo tempo tão parecidos, é totalmente linda, e eu creio que um foi a salvação do outro. 

"Era assim que as coisas funcionavam com Early. Ele podia ter a mesma informação que todo mundo tinha, mas, para ele, o significado era diferente. Ele via o que ninguém mais percebia." Pág. 248.

Em Algum Lugar Nas Estrelas é um romance idílico e utópico, quase como se estivéssemos em um sonho e a narrativa da autora é tão fluída e envolvente, tão poética, que a gente sente como se estivesse realmente viajando com Early e Jack, sente profundamente suas mágoas e dúvidas. A história é tão encantadora que ao terminar de ler eu não queria abandonar esses personagens que cativaram um lugarzinho no meu coração.

A edição da darkside é uma obra a parte né, a revisão está ótima e apesar de ser um livro pequeno o tamanho da letra é bem confortável para a leitura. Cada lançamento deles é feito com tanto carinho e cuidado para se tornar uma obra única e linda para se ter na estante (tanto que muitas pessoas compram e nem leem! =S), mas além dessa edição maravilhosa, a história é tão apaixonante e delicada e super merece ser lida, e acredito eu, um dia poderá ser considerada um clássico.

A história é sobre o luto, sobre encontrar a si mesmo e ver a beleza no mundo, mas principalmente sobre a amizade e o amor familiar. Então só posso dizer que super recomendo né, é uma leitura que vale a pena e se você curte o estilo vai se encantar e se apaixonar como eu, e se você não curte deveria ler também hehehe.

Quem já leu me conta o que achou? E o que achou da história, ficou curioso(a)? Não esqueça de deixar um comentário.
Beijos

domingo, 2 de abril de 2017

[Resenha]: A Guerra Que Salvou Minha Vida - Kimberly Bradley

TítuloA Guerra Que Salvou Minha Vida
Título Original: The War That Saved My Life
AutorKimberly Brubaker Bradley
EditoraDarkSide Books
Ano2017
Páginas240
Bom dia!
Hoje a resenha é Darklove! 
Para quem não conhece, DarkLove é um selo da DarkSide Books destinado a lançar livros de autoras femininas, ou seja, não quer dizer necessáriamente livros de romance ok? Essa é uma das apostas da editora nesse começo de 2017 e posso dizer que mais uma vez eles acertaram a mão na escolha.

Em A Guerra Que Salvou Minha Vida, conhecemos Ada uma menina de 10 anos que nasceu com o pé torto e passou sua vida sendo mantida fechada dentro de casa sendo humilhada e agredida constantemente pela mãe por sua deficiência. Ada passa parte do seu dia sentada numa cadeira olhando as pessoas na rua, as crianças brincando e se divertindo e os adultos passando, vendo tudo o que não pode ter e não pode ser.

"Eu não sentia raiva. Sentia tristeza. A tristeza era tanta, que eu me perdia nela." Pág. 172

Sem saber exatamente nem a sua idade, Ada nunca foi a escola e cresce ignorante a várias coisas ao seu redor, com o único propósito de cuidar e proteger seu irmãozinho Jamie, que ao chegar aos seis anos começa a ir para a escola por ser uma criança normal, o que deixa Ada mais sozinha ainda.

Entretanto, os tempos são complicados pois o ano é 1939 e a guerra ameaça eclodir por toda a Europa, assim as crianças são mandadas embora de Londres, para o campo, onde estarão mais seguras dos bombardeios alemães. E Ada vê nisso uma oportunidade para fugir da Mãe com seu irmão e ter uma vida diferente.

Assim, ela vai escondida com Jamie para o campo e é alocada com Susan Smith, uma mulher solteira e solitária que não sabe nada sobre cuidar de crianças. As dificuldades em se adaptar a nova realidade e rotina podem ser mais difíceis do que todos esperavam, mas Ada e Jamie vão aprender muito sobre várias coisas, palavras que não faziam sentido antes terão um significado, amizades improváveis irão surgir e o medo crescente dos bombardeios que ameaça as grandes cidades, também chegam ao interior.

"Parte de mim me considerava culpada por tudo. Por estar chique demais, por me achar importante demais, por não ser o tipo de filha que a Mãe pudesse amar. Por ser aleijada." 
Pág. 219

Ada e Susan são personagens complexos e traumatizados e que precisam aprender em meio as suas crises como conviver uma com a outra, mas ao mesmo tempo vão percebendo que precisam uma da outra para superar seus traumas e medos. Jamie é um menino um pouco mimado mas que também teve sua cota de sofrimento nas mãos da Mãe e amadurece bastante com a guerra.

É um livro intenso, pesado, uma história um pouco perturbadora na minha opinião, mas também possui momentos de reflexão bem interessantes, e alguns momentos divertidos e encantadores, a escrita da autora é leve, envolvente e fluida, a leitura passa com uma rapidez extraordinária, além de ser um livro pequeno. Impossível não se comover com a história de Ada e sentir na pele o tanto que a menina sofreu e as marcas que isso deixou nela, ainda mais perceber como é difícil reconstruir sua vida e aceitar afeto e amor quando nunca antes se teve nada disso.

Uma história linda de amizade, amor, superação e salvação, em como preconceitos e ignorância podem marcar profundamente uma pessoa, e principalmente uma criança. Em meio a tanta dor e violência proporcionados por uma guerra de Hitler, Ada antes de mais nada tem em si mesma sua própria guerra, contra a sua deficiência, contra a sociedade e contra a Mãe.

A história é narrada em primeira pessoa pelo ponto de vista de Ada, e a revisão da obra está ótima. A edição é tão delicada tanto a capa quanto o interior, simplesmente encantadora! As páginas são amareladas, daquele papel mais grosso e resistente, e o tamanho da letra é bem confortável para leitura. É daquelas edições de encher os olhos(e a estante! hehehe). Eu comprei em pré-venda na Amazon e ao final saiu por R$24,20 mais ou menos, então foi um preço bem bacana por um livro desses em pré-venda.

Pelo que eu puder ver no goodreads a história vai ter continuação(ebaaa! o/) The War I Finally Won, está previsto para ser lançado lá fora em Outubro de 2017, e eu não sei se a DarkSide Books vai lançar ou quando vai lançar. Mas espero muito que eles já estejam planejando trazer a continuação logo para cá.

Eu só posso recomendar uma obra dessas! E recomendar muuito. Vocês precisam ler e se encantar como eu, a escrita da autora é cativante e a história é emocionante(chorei do início ao fim, de tristeza, de alegria..). Com certeza uma das melhores leituras do ano e já favoritei, porque né...

Quem aí já leu? Vamos conversar? hahaha não deixem de comentar sobre o que acharam da leitura ou esperam da obra.
Beijos

sábado, 1 de abril de 2017

Na Minha Caixa de Correio #55

Boa tarde leitores!
Hoje vamos de bookhaul? Bora conferir o que chegou por aqui no mês de março? Depois de mais de dois meses sem comprar nada eu finalmente me rendi a algumas ofertas hehehe...
- HQ Vikings - N. 1 e 2 - Cavan Scott
Ir na banca de revista sempre resulta em alguma compra né, mas faz tempo que eu não passava por lá, até porque desanimei de comprar algumas HQs que eu estava acompanhando. Mas quando vi que tinha essas HQs de Vikings eu fiquei super animada pois eu adoro a série e dei uma pausa logo após terminar a segunda temporada e esses números começam entre a segunda e a terceira temporada da série. ^^ Já quero as próximas. Achei elas meio carinhas pela quantidade de páginas, R$9,00 cada, mas vou comprar enquanto der né hehe.
- Animais Fantásticos e Onde Habitam: O Guia dos Personagens - Michael Kogge.
Esse livro minha irmã trouxe de presente para mim! Ela sabe do meu amor por Harry Potter e agora também por Animais Fantásticos e em um passeio no shopping ela viu e resolveu me presentear ehehehe simplesmente amei. Ler sobre esses personagens que me cativaram vai ser maravilhoso.
- Quarteto Smythe-Smith - Julia Quinn.
Ahh esse box que desde que lançou me deixou nas nuvens! Eu não ia comprar ele não, estava/estou no aperto por aqui e o preço estava meio salgado, mas a Livraria Saraiva, linda e maravilhosa, fez a melhor promoção no dia da Mulher, toda mulher compraria com 50% de desconto no site ou na loja. Para comprar no site precisava de cupom e eu não recebi o meu e como foi um dia corrido acabei não conseguindo entrar no site para pedir para me enviarem, mas uma amiga recebeu e não usou e fez a gentileza de me passar, aí sim né! =D Comprei essa maravilha por R$75,00 com o frete, não foi totalmente barato, mas como fã que sou da Julia Quinn não podia perder a oportunidade, pois estava R$149,90. O primeiro livro eu já tinha recebido da editora e tem resenha aqui.
- Medo Clássico - Edgar Allan Poe
- A Guerra Que Salvou Minha Vida - Kimberly Bradley
Outro site que também arrasa nos descontos é a Amazon! Esses dias fizeram uma promoção em todo o site, você compra 4 livros e paga só 3, o mais barato sai de graça. Eles já fizeram essa mesma promoção com os livros da darkside outras vezes e essa semana teve de novo com os da DarkSide, mas essa(não lembro se foi no dia do consumidor ou algo assim...) era para todos os livros do site! E eu acabei comprando 4 livros da DarkSide kkkkkk só para não perder o costume. Pois eram os livros que eu mais estava desejando no momento. Por enquanto só chegaram esses dois pois os outros eram pré-venda. A Guerra Que Salvou Minha Vida eu já li e amanhã tem resenha.
- Quando a Bela Domou a Fera - Eloisa James
- Jardins da Lua - Steven Erikson
Em parceria com a Arqueiro eu recebi esses dois lançamentos de março, é a melhor editora! Finalmente teremos Eloisa James *----* meu coração chega a palpitar, e olha que foi indicação da própria Julia Quinn. Até já comecei a ler Quando a Bela Domou a Fera, mas também estou lendo Outlander A Cruz de Fogo, então devo demorar um pouquinho para finalizá-los. Jardins da Lua é o primeiro livro da Série O Livro Malazano dos Caídos, é uma aventura épica e fantástica super complexa e que já conta com vários livros lançados lá fora, e dizem que é uma leitura difícil então estou me preparando psicologicamente para ler kkkkk brincadeiras a parte, vou só terminar os que estou lendo e me aventurar por ele. 

Por enquanto é isso, espero que logo chegue mais hahaha! Se já leram algum, não deixem de me contar o que acharam, mas sem spoilers hein! Estão ansiosa para conferir algum deles?
Beijos

domingo, 26 de março de 2017

[Resenha] Meio Mundo - Joe Abercrombie

TítuloMeio Mundo - Mar Despedaçado 2
Título Original: Half The World - Shattered Sea Book 2
AutorJoe Abercrombie
EditoraArqueiro 
Ano2017
Páginas: 368


Bom dia aventureiros.
Bora nos aventurar mais uma vez pelo Mar Despedaçado?
Depois dos acontecimentos de Meio Rei, Yarvi agora é Pai Yarvi, abdicou de sua família e é ministro do rei de Gettland. O rei Uthil e a rainha Laithlin se uniram e após tudo o que passaram, decidem que se curvar ao rei Supremo não é solução para seu povo, assim precisam de aliados e toda a ajuda que puderem conseguir para enfrentarem o rei Supremo e todos os seus vassalos.

Yarvi então é incumbido da missão de viajar por meio mundo, desde o Mar Despedaçado até o Império do Sul em busca de ajuda para bater de frente com o rei Supremo. Assim Yarvi escolhe a dedo sua tripulação para essa jornada, e vê na jovem Thorn Bathu, condenada por assassinato, uma jovem feroz que com algum treinamento pode ser tornar uma arma mortal.

Brand é um grande guerreiro e um grande homem, com um coração bom que sempre quis fazer o certo em sua vida, além de batalhar para garantir o sustento de sua irmã Rin. Mas após perder seu lugar entre os guerreiros de Gettland, por tentar fazer o bem, vê nessa jornada de Yarvi uma oportunidade não só para ganhar dinheiro para comprar uma casa melhor para sua irmã, mas também para conseguir um lugar seu, uma tripulação para chamar de família.

Thorn é uma jovem de 16 anos arisca e orgulhosa, uma menina que sempre desejou se tornar uma guerreira, ao contrário das outras meninas de sua idade. Filha de um grande guerreiro, tem o pai como inspiração e enfrenta muitos preconceitos em uma sociedade machista para conseguir o que quer, mas treina arduamente durante anos. Porém, vai descobrir nessa jornada que é preciso mais do que presunção para se tornar uma grande guerreira, além aprender muito sobre si mesma e os seus inimigos e no caminho deixa de ser menina para se tornar mulher e amadurecer, sobre várias perspectivas.

"Você é a garota que jurou dar uma surra naquele garoto logo antes de ele lhe dar uma. - A Rainha Dourada arqueou uma sobrancelha. - Os tolos alardeiam o que vão fazer. Os heróis fazem." Pág. 83.

Em meio a muitas aventuras e reviravoltas, a tripulação do Vento Sul se envolve nas mais estranhas e perigosas situações, para tentar de algum modo atrair aliados que se encontram já comprometidos com o rei Supremo, e precisarão contar com muita astúcia e até mesmo sorte em sua jornada.

Yarvi continua um personagem incrível, inteligente e perspicaz, com uma capacidade de manipulação enorme, mas no fundo só deseja o melhor para o seu povo. Com certeza para mim é o melhor personagem da série, o mais complexo e bem construído.

Mas também me identifiquei muito com a personagem de Thorn, apesar de seu orgulho e presunção em grande parte da história, a jornada que compartilharam a fez evoluir e aprender com seus erros e as pessoas ao seu redor. Ela é o tipo de personagem feminina empoderada que precisamos mais na literatura fantástica hehe. Brand é um guerreiro muito doce e encantador e acaba agradando na maior parte do tempo, mas apesar de ter gostado bastante do personagem eu não o achei nada complexo ou muito interessante, mas ele é parte essencial da história. O restante da tripulação é bem diversificado e cada um com suas características marcantes, e acabam dando um toque bem divertido a coisa toda.

A narrativa do Joe é bem fluida e envolvente, a escrita é simples e não tanto descritiva como alguns autores de fantasia, a história se desenvolve aos poucos mas nada que deixe a leitura devagar ou tediosa, o clima tenso paira sobre toda a leitura e cada vez mais surpresas surgem na trama.

Para mim foi impossível não curtir a trama desenvolvida pelo autor, é uma história cheia de intrigas e jogos políticos, balanceada com cenas de ação e luta, é uma obra com pouquíssimos, ou quase nenhum, elementos fantásticos ou míticos, apesar de se passar numa era pós elfos, todos são totalmente humanos. Foi uma leitura tão boa quanto a do primeiro livro e não vejo a hora de conferir o desfecho.

Recomendo se você curte fantasia mais realista e crua, com grandes aventuras e reviravoltas e algumas ótimas batalhas.
Quem aí já leu? O que achou? Não deixem de me contar.
Beijos

terça-feira, 21 de março de 2017

Lançamentos de Março: DarkSide Books

Boa tarde galera!
Hoje vim mostrar algumas da novidade do mês da editora mais dark do Brasil. A DarkSide esse ano lançou muitas novidades maravilhosas como o livro do Edgar Allan Poe: Medo Clássico, Frankenstein de Mary Shelley e Twin Peaks: Arquivos e Memórias. E esse mês tem mais novidade, vamos conferir?
The Beauty of Darkness - Mary E. Pearson
Pelo selo DarkLove finalmente chega o desfecho da trilogia que encantou o país. The Beauty of Darkness é o terceiro livro das Crônicas de Amor e Ódio, e o final tão esperado está quase ao alcance. Na história Lia, princesa de Morrighan luta para fugir de seus inimigos e salvar aqueles que ama, em uma história cheia de intrigas e mistérios. Apesar de ansiosa para conferir é triste pensar que está acabando, mas não vejo a hora do meu exemplar chegar. ^^ O livro chega às livrarias no dia 29/03.
A Guerra Que Salvou Minha Vida - Kimberly Bradley
Também pelo selo DarkLove temos uma novidade bem linda. Olhem essa capa! =D A Guerra Que Salvou Minha Vida da autora Kimberly Bradley traz Ada, uma menina de 10 anos que passa por dificuldades em sua casa mas que com uma guerra eminente à vista vê uma oportunidade para sair de Londres e ir com o irmão para o interior em busca de uma vida melhor. O lançamento é previsto para amanhã, dia 22/03.
Abominação - Gary Whitta
Mais uma novidade bem dark da editora é o livro Abominação que reconta um dos capítulos mais sangrentos da Inglaterra, a invasão dos vikings no século IX. O autor, que eu não conhecia é um dos criadores de Star Wars Rogue One, que foi um filme que eu simplesmente ameei, e roteirista de O Livro de Eli, então nem preciso de mais incentivo né, além de ser apaixonada pelas histórias dos vikings. A previsão de lançamento é dia 29/03.

E aí o que acharam das novidades? 
Eu já garanti todos os 3 em pré-venda(além de Poe: Medo Clássico também!), coisa que não faço sempre, mas achei uma promoção bem bacana no site da Amazon(que está sempre com preço incríveis, principalmente quando o assunto é darkside books né hehehe). Estou ansiosa para chegarem por aqui. =)

Ainda tem muita novidade da editora por vir e eu até pensei em fazer um post com alguns lançamentos que podem chegar esse ano, mas vou esperar que sejam confirmados e venho falar para vocês quais me chamaram mais atenção. Só posso dizer que já estou ansiosa por H. P. Lovecraft, que já vem sendo bastante anunciado mas ainda não sei para quando. 

Querem ler quais? Não deixem de me contar.
Beijos

domingo, 19 de março de 2017

[Resenha] Ed & Lorraine Warren - Demonologistas

TítuloEd e Lorraine Warren: Demonologistas
Título Original: The Demonologist: The Extraordinary Career of Ed and Lorraine Warren
AutorGerald Brittle
EditoraDarkSide Books
Ano2016
Páginas272
Bom dia. 
Quem aí é fã da DarkSide? Hoje é dia de resenhar um livro que eu li há algumas semanas mas ainda não tinha conseguido resenhar essa obra. Sabe quando você mesmo adorando a leitura não tem ideia de como falar sobre ele? Então essa era a situação, acho que o fato de ser um livro mais biográfico e com pegada jornalistica. Na verdade ainda não sei bem como falar sobre hehe mas vou tentar. 

Sempre curti filmes de terror e o sobrenatural, a curiosidade é enorme mas sempre respeitei o oculto e nunca mexi com coisas que não compreendo hehehe. Ao ler essa obra o leitor tem uma visão incrível sobre o oculto pelos olhos de Ed e Lorraine, o famoso casal que ajudou muitas famílias que passaram por situações sobrenaturais e demoníacas. 
Seus casos ficaram famosos e foram adaptados em filmes como: Invocação do mal 1 e 2, Annabelle 1 e 2 (ainda por lançar), e Horror em Amityville. Esses casos foram extensamente documentados ao longo de sua ocorrência e nessa obra teremos muitas curiosidades e fatos narrados ao autor pelo casal. O livro é muito completo e cheio de imagens de alguns dos casos que eles acompanharam, e possui ate mesmo transcrições de conversas com pessoas possuídas.
Alguns casos que são mencionados são os mesmos que já foram adaptados em filmes, Annabelle, Amityville, Enfield que não é tão aprofundado mas já dá para se ter uma noção do que ocorreu, mais alguns outros,. Além de narrar acontecimentos estranhos que aconteceram com o próprio casal em suas viagens ou em sua residência. Um caso muito interessante foi o que aconteceu com a família Beckford na Páscoa de 1974, onde a família sofreu por 8 semanas e meia com fenômenos demoníacos genuínos.
Um fato que ambos deixam claro é que na maioria das vezes as pessoas se deixam levar pela curiosidade e ao se envolver com o oculto, muitas vezes através de um não tão inocente tabuleiro ouija, abrem caminho para um possível ataque de qualquer forma e destacam ainda que boas vibrações trazem coisas boas assim como vibrações e sensações destrutivas atraem o mal. 
 A edição da DarkSide Books está linda demais como sempre. Para mim em especial nesse livro eles arrasaram, eu simplesmente amei essa capa envelhecida com cara de edição antiga.

Alguns podem pensar que por ser um relato mais biográfico e jornalístico a leitura seria mais chata ou difícil, o que não ocorre de forma alguma. É uma leitura bem fluída e interessante e se você gosta do estilo ou está interessado em saber mais sobre o casal e seus casos vai se envolver muito e adorar a leitura.

Então super recomendo se você se interessa por histórias sobrenaturais e relatos reais! Se assistiu à algum dos filmes e gostaria de saber o que realmente aconteceu pelo ponto de vista do próprio casal. ^^

Quem aí já leu? Me conta o que achou. 
Beijos

sexta-feira, 17 de março de 2017

[Aventurando-se Nos Filmes]: Logan


Lançamento: 2 de março de 2017(135 min). 
Direção: James Mangold.
Elenco: Hugh Jackman, Patrick Stewart, Dafne Keen.
Gênero: Drama, Ação.
Bom dia!
Eu não sei nem por onde começar a comentar esse filme hehe... Primeiramente, é muito triste nos despedir de um personagem que esteve presente em boa parte da minha juventude e adolescência. Em segundo lugar, esse filme não é como os filmes anteriores dos X-Men e até mesmo os anteriores do Wolverine.

Logan é uma obra profunda e dramática, muito crua(por falta de palavra melhor) e realista, violenta demais para alguns mas para mim foi bem fiel ao personagem e ao momento em que ele está passando, e fiquei feliz de conferir um filme que não se preocupou em agradar todos os públicos(como alguns filmes da DC tem tentado fazer e fracassado miseravelmente!). 

Apesar de alguns poucos momentos de descontração, esse filme é bem carregado de sentimentos, é sobre o envelhecimento de um herói que sofreu coisas incontáveis e que no final de sua vida está afogado em mágoas e bebida.

O ano é 2029, e após o misterioso acontecimento que supostamente causou o desaparecimento dos mutantes, e principalmente dos X-men há alguns anos, Logan já não mais se considera o Wolverine e possui um trabalho comum de motorista e passa seu tempo livre cuidando de um idoso e demente professor Xavier. Mas o surgimento de uma garota mutante, chamada Laura, com poderes bem semelhantes ao dele, faz com que Logan se envolva em uma viagem para ajudar a menina a fugir de uma organização que a persegue.

Laura é uma personagem bem misteriosa no início do filme e acaba por se mostrar uma mutante feroz, mais parecida com Logan do que ele esperava. A atriz que interpreta a personagem, Dafne Keen, realmente surpreendeu em sua atuação, a garota tem muito talento e possui uma química incrível com Hugh Jackman e Patrick Stewart. Esses 3 fizeram do filme uma obra incrível, desnecessário me estender nas atuações de Jackman e Stewart, ambos são atores maravilhosos com uma carreira brilhante, e seus personagens são cativantes e emocionantes!

O roteiro foi muito bem explorado, e as insinuações sobre o que aconteceu com os X-men nos deixam muito curiosos, mas acredito que por quererem um filme mais independente e diferente dos outros eles não quiseram adentrar muito nesse mérito. É um filme intenso e eu super recomendo se você é fã do personagem. Super indico para quem curte um filme de pura ação e se não liga para momentos um pouco violentos.

Quem aí já assistiu? Me conta o que achou.
Beijos

terça-feira, 14 de março de 2017

Lançamentos de Março: Arqueiro e Sextante

Boa tarde gente!
Já viram as novidades da Editora Arqueiro e Sextante para o mês de março? Tem muitas novidades e livros bem aguardados. ^^
Pela editora Arqueiro sai Jardins da Lua que é o primeiro livro da série O Livro Malazano Dos Caídos, tão aguardado pelos fãs de fantasia e eu não vejo a hora de conferir essa obra, que é uma complexa aventura épica e fantástica e já rendeu muitos livros lançados. Para os fãs de romances de época, tem o primeiro livro da série contos de fadas da Eloisa James, que já foi anunciada há algum tempo pela editora entre próximos lançamentos, nem preciso dizer que eu quero né! Esses dois são os que eu estou mais ansiosa esse mês.

Tem novidade do Ken Follett e da Nora Roberts que são autores que sempre possuem lançamentos por lá(graças a Deus hehehe). Além de uma novidade que é a Nicola Yoon com o lançamento de O Sol Também é Uma Estrela, e para quem não sabe ela é a autora de Tudo E Todas As Coisas, lançado pela Novo Conceito.

E os livros da sextante estão bem interessantes, eu não conheço a escrita do Pedro Siqueira mas achei esses dois lançamentos muito bacanas e fiquei bem curiosa em conferir. A Vida Secreta das Arvores também me chamou atenção. =)

E aí quais vocês ficaram com mais vontade de conferir? Não deixem de comentar.
Beijos

domingo, 12 de março de 2017

[Resenha] Simplesmente o Paraíso - Julia Quinn

Título: Simplesmente o Paraíso - Quarteto Smythe-Smith 1
Título Original: Just Like Heaven
AutorJulia Quinn
EditoraArqueiro 
Ano2017
Páginas272
Bom dia! 
Como eu quase não gosto de romances de época hoje tem mais uma resenha do estilo(hehehe)! Simplesmente O Paraíso é o primeiro livro da série Quarteto Smythe-Smith lançada pela Editora Arqueiro no mês de fevereiro que eu solicitei para resenhar esse mês e pela primeira vez a editora lançou uma série toda ao mesmo tempo e também em uma edição com um box lindíssimo, que eu ão tinha a intenção de comprar tão cedo pelo valor, então ia comprar os livros aos poucos. Mas como a sorte resolve me sorrir essa semana, eu comprei e estou esperando ansiosa pela chegada.

Essa nova série contará a história de quatro personagens da família Smythe-Smith, já conhecidos da série Os Bridgertons, como a família musical mais desafinada da sociedade londrina. ^^ Quem se lembra de Penelope num concerto anual em Os Segredos de Colin Bridgerton? Aliás, a história desse primeiro volume se passa no ano de 1824, mesmo ano em que se passa o livro de Colin e Penelope, então contamos com a presença de Colin e Penelope, e de Lady Danbury(hahaha adoro essa mulher!!!) em alguns momentos, além da menção a outros membros da família mais badalada de Londres, como Gregory.

Honoria Smythe-Smith é uma jovem que apesar de ter várias irmãs e um irmão, cresceu um pouco isolada dos demais devido a diferença de idade, possui uma personalidade forte e marcante e assim como o restante das mulheres de sua família ao completar uma certa idade foi incumbida de fazer parte do quarteto musical da família. Marcus Holroyd é o Conde de Chatteris e apesar de sua infância solitária e rígida, encontrou em Daniel Smythe-Smith um grande amigo e em sua família um pouco do que é ser amado. Depois de anos de amizade, um incidente infeliz faz com que Daniel precise sair do país o mais rápido possível e o jovem pede ao melhor amigo que cuide de sua irmã mais nova enquanto estiver fora.

Assim, Marcus passa a velar por Honoria e se um pretendente ruim se aproximar ele logo garantia que um pedido de casamento não fosse feito. Entretanto nenhum pretendente parece estar à altura da irmã caçula de Daniel, e Marcus acaba se aproximando mais de Honoria durante uma viagem dela com as amigas para uma propriedade vizinha a sua.

Honoria está indo para sua terceira temporada e está decidida a conseguir um pretendente, pois assim que noivar e se casar não precisará mais tocar no quarteto, e estranha os cavalheiros que demonstraram interesse nos anos anteriores mas não chegaram a pedir sua mão. Porém, assim como deseja ansiosamente por um marido, ela sabe que não aceitaria qualquer um e no seu íntimo deseja algo mais do que um matrimônio sem amor. Os recentes encontros com Marcus fazem com que Honoria se lembre da sua infância e seu irmão Daniel, e os sentimentos entre os dois crescem além da amizade de muitos anos e ficam óbvios para todos, inclusive para as amigas de Honoria que vêem em Marcus o pretendente perfeito para a amiga.

Honoria é uma jovem sensível, para muitos pode parecer sem graça, mas para mim ela é um mulher que sabe o que quer, mas que sempre se preocupa primeiro com o bem estar dos que estão ao seu redor e principalmente com sua família, ela é resignada mas tem seus sonhos e tira o melhor da vida. Marcus é um homem que precisa aprender a amar, mas que está disposto a tudo para conseguir.

Acontecimentos bem tensos prometem envolver esses personagens de forma a criar laços ainda fortes. A trama é bem típica dos romances de época, leve, fluida e divertida, com uma pequena dose de drama. Diferente de algumas das escritoras que eu costumo ler que desenvolvem a história mas não tem profundidade nos personagens, a Quinn cria personagens tão cativantes e os desenvolve tão bem, com suas histórias tão envolventes que é impossível não se apaixonar ou se encantar com seus livros. Com os Bridgerton foi assim e com as Smythe-Smith também está sendo.

E edição está linda, amo essas capas de romances de época que a Arqueiro lança e principalmente se o material é fosco ou aveludado. A revisão está ótima e não notei nenhum erro durante a leitura. Eu to que não me aguento de ansiedade para que o box chegue e eu possa conferir o segundo livro que terá como personagem central o Daniel. Não preciso nem dizer que eu super recomendo né! Sou fã de carteirinha da Julia Quinn e acho que quem gosta do estilo ou deseja uma leitura tranquila e despretensiosa, com cenas divertidas e sarcásticas irá adorar ler.

Para quem acompanha a editora nas redes sociais deve ter visto que a Julia está no Brasil esses dias e fez uma tour por várias capitais para autografar e divulgar sua nova série, e pelo que deu para perceber ela é super simpática e eu queria tanto ter ido conhecê-la, mas moro um pouco longe de BH e a sessão dela lá foi bem na segunda-feira o que não me possibilitou ir. Mas tenho certeza que outras oportunidades dela vir ao país irão surgir e quem sabe né... hehehe Adorei ver as colegas blogueiras que foram, invejinha branca de todas hahaha

Quem aí já leu me contem o que achou. Se você teve a oportunidade de ir na sessão de autografo em alguma cidade, me conta tuuudo! hehehe Quem aí quer ler?

Beijos

sexta-feira, 10 de março de 2017

Aventurando-se nos filmes: La La Land – Cantando Estações

Data de lançamento 19 de janeiro de 2017 (2h 08min)
Direção: Damien Chazelle
Nacionalidade Eua

“Ao chegar em Los Angeles o pianista de jazz Sebastian (Ryan Gosling) conhece a atriz iniciante Mia (Emma Stone) e os dois se apaixonam perdidamente. Em busca de oportunidades para suas carreiras na competitiva cidade, os jovens tentam fazer o relacionamento amoroso dar certo enquanto perseguem fama e sucesso.”


Oi gente, Tudo bem?!
Que saudades de escrever por aqui!! Me afastei por um período (pois tive um bebê!), mas agora vou tentar voltar com mais postagens (o que não é nada fácil dada a atenção que um pequeno requer, a minha pequena então nem se fala!! Kkk)
Enfim...
Assim que assisti ao trailer de La La Land, fiquei encantada, pois sempre achei musicais meio chatinhos...
Mas a química e a história do filme me chamou muito a atenção! Quando vi que estava concorrendo ao Oscar como melhor filme (não vou nem tocar na polêmica do erro da entrega!), ator e atriz, dentre outros, confesso que a ai sim a curiosidade apertou de verdade.
Então, acompanhada da minha pequena (em uma sessão especifica para as mamães levarem seus bebês, quem quiser saber mais é só comentar) fui conferir.
Confesso que criei muitas expectativas em relação ao filme, e nos primeiros 20 minutos de filme a minha vontade era trocar de sala e assistir um filme mais animado, afinal, são mais de 2 horas de filme minha gente!!
Porque o inicio da história é muito entediante, sem ação e nem nada animador.
Sebastian (Ryan Gosling) é um amante de jazz que chega a LA com o sonho de abrir seu próprio clube de jazz.
Mia (Emma Stone) é uma aspirante a atriz, que trabalha em um café próximo a uma estúdio, que sonha em se tornar uma grande atriz. Mas que todos os testes que ela faz, é praticamente dispensada após abrir a boca! Paralelo a isso ela escreve suas próprias peças, que não apresenta a ninguém.
Mia conhece Sebastian no natal, em um clube, quando ele toca uma linda canção que a toca verdadeiramente. Ali eles ainda não sabem, mas acabam se apaixonando.
E a vida acaba os colocando no mesmo local outra vez.


Mia tem um namorado, que ela abandona no meio de um jantar pra encontrar Sebastian.
Mas vamos lá... Ambos estão atrás de seus sonhos e começam a lutar por eles. Em meio a isso eles começam a morar juntos.
Sebastian tem um amigo de outras datas chamado Keith (John Legend) que lhe faz uma proposta de trabalho pra tocarem em um grupo de jazz chamado The Messengers (Os Mensageiros) com uma nova onda, que começa a fazer sucesso.
Enquanto isso Mia corre atrás de seus sonhos incentivada por Sebastian e escreve uma peça onde ela atua sozinha.
O relacionamento deles será afetado pelo destino.
E eles se separam... Cinco anos depois eles se reencontram...
A história tem um enredo muito lindo! Um casal batalhando por seus sonhos e se incentivando!
A química entre o casal (Emma e Ryan) é eletrizante! Os momentos em que eles vivenciam são expressados de forma mágica, nos faz mergulhar nos sentimentos que eles vivenciam.


Emma aprendeu a cantar e dançar pra interpretar Mia e o Oscar foi mais que merecido! Atuou demais.
Preciso falar também que a música “City of stars” (Cidade das estrelas) é linda e apaixonante!

Gostei do filme mas pelo início entediante e pelo final com gosto amargo, achei que o filme podia ser melhor e fiquei esperando mais!
Ainda assim é uma obra de arte! 
Quem já assistiu ou quer assistir deixe pra mim os comentários sobre o que acharam!
Beijinhos e até. =)



domingo, 5 de março de 2017

[Resenha]: Coração de Aço - Brandon Sanderson

Título: Coração de Aço - Série Os Executores Livro 1
Título Original: The Reckoners 1 - Steelheart
Autor: Brandon Sanderson
EditoraAleph 
Ano2016
Páginas: 392
"Tudo começou com Calamidade, que surgiu nos céus como uma estrela de fogo, e que ninguém sabe o que é realmente: seria algo alienígena, ou então um experimento do exército norte-americano? Seus efeitos, entretanto, podem ser sentidos algum tempo após seu surgimento: pessoas comuns passam a ter poderes que desafiam as leis da física e da lógica. Parece que uma nova era está para surgir..."

Bom dia aventureiros!
Prontos para mais resenha? Dessa vez é de um dos últimos lançamentos da editora Aleph ano passado. Coração de Aço logo se tornou um sucesso entre os leitores, a propaganda em torno do livro foi grande. Minha amiga Key do Blog SkullGeek convenceu a gente a adquirir o livro antes mesmo dela ler hehehe para vocês verem o nível da confiança no gosto literário dela.

O autor já é aclamado por leitores de fantasia no Brasil por lançamentos como Mistborn e Elantris, já Coração de Aço é uma fantasia de super herói mais focada para o público jovem (o que não quer dizer que não agradará ao mais velhos).

Nessa trama acompanhamos o jovem David, que 10 anos antes viu seu pai ser morto por Coração de Aço um épico que conquistou e governa Nova Chicago. O mundo mudou totalmente com o surgimento  dos temidos épicos, pessoas que adquiriram habilidades(poderes) especiais e se tornaram vilões e na busca pelo poder oprimem e destroem os mais fracos.

David, cujo pai acreditava totalmente no surgimento de épicos heróis para salvaguardar a humanidade, vê sua vida ser modificada quando o pai fere Coração de Aço, que é imune a qualquer ataque, e por esse motivo destrói todos que possam ser testemunhas de tal fato, mas o pequeno David aos 8 anos consegue escapar e decide estudar os épicos e suas fraquezas para um dia poder ter sua vingança contra o homem que tirou a vida de seu pai.

Agora anos depois, após levar uma vida difícil e trabalhando desde pequeno em uma sociedade autoritária e perigosa, David aprendeu muitas coisas que lhe podem ser úteis, mas principalmente sobre os épicos, seu objetivo é encontrar os famosos Executores, humanos que ainda resistem ao sistema e caçam secretamente épicos para matá-los. Com o desejo de se juntar a eles com todo seu conhecimento sobre os épicos para quem sabe conseguir sua vingança contra Coração de Aço.

Uma narrativa alucinante, super fluida e envolvente, com personagens cativantes e misteriosos. Sanderson conseguiu escrever uma historia cheia de reviravoltas e com uma trama complexa mas ao mesmo tempo simples para jovens. Ele criou não só um mundo novo como também um linguajar novo e original para os personagens, com suas gírias marcantes: slontze e faíscas hehe.

É uma historia de super heróis onde os poderosos são vilões, mas onde os verdadeiros heróis são simplesmente humanos. Em vários momentos acabei comparando a narrativa fantasiosa com nossa realidade e sobre como o poder corrompe as pessoas. Foi uma leitura incrível para mim e não vejo a hora de poder conferir as continuações, mas agora é esperar...

Uma coisa que me decepcionou um pouco foi o material utilizado nessa edição, achei a capa bem mole e as paginas frágeis, apesar de ser uma história incrível já comprei muito livro melhor por um preço menor. Mas infelizmente é só o que tem né haha e a desculpa é que as editoras estão passando por dificuldades financeiras, mas se esquecem que o consumidor também está em crise e os preços dos livros só fazem aumentar o que consequentemente diminui as minhas compras expressivamente(não comprei nenhum livro esse ano até agora... =/) e da maioria dos leitores também. Só torço para que já que iniciaram a publicação de uma série, a aleph se comprometa com seus leitores a lançar as continuações da trilogia.

Recomendo muito a leitura, é uma fantasia YA bem gostosa de ler e cheia de ensinamentos se você souber interpretar hehe.

Quem aí já leu? Me contem o que acharam nos comentários, quero saber a opinião de vocês.
Beijos