terça-feira, 18 de abril de 2017

Lançamentos de Abril: Arqueiro

Bom dia aventureiros.
Bora conferir algumas novidades literárias da Arqueiro para esse mês de Abril?
Para ver mais sobre o livro é só clicar na imagem!
Esse mês, dando continuidade a algumas séries, chega o sexto e último livro da série de romance de época Os Bedwyns da Mary Balogh e eu amei essa família e não vejo a hora de poder conferir este último volume! ^^
Além do segundo volume da trilogia Anjo da Noite do Brent Weeks, A Margem das Sombras é continuação de Caminho das Sombras lançado ano passado, uma obra de fantasia dark que narra as aventuras de Kylar Stern, um assassino habilidoso.
 
Tem novidade do Tio Nick também! O autor que já possui vários livros lançados por aqui e vários deles adaptados para o cinema/tv, veio ao Brasil no começo desse mês para divulgar seu novo livro Dois a Dois e parece que lotou as sessões. Eu queria ter ido mas como moro em interior é bem difícil e fiquei só na vontade, mas estou curiosa para ler a obra. 
Uma das grandes apostas é o thriller Boneco de Pano do Daniel Cole. Outras novidades são Um Menino Em Um Milhão da Monica Wood e Amanhã Eu Paro de Gilles Legardinier que parecem ser histórias emocionantes e divertidas.

Como sempre a editora arrasa os nossos corações a cada mês não é mesmo? Eu confesso que fiquei curiosa com todos os livros hahaha mas estou mais ansiosa pelo do Brent Weeks e o da Mary Balogh para dar continuidade as séries que eu já acompanho, e também quero muito o novo do Nicholas e Boneco de Pano. ^^

E vocês gostaram de quais? Já leram algum?
Beijos

domingo, 16 de abril de 2017

[Resenha] Quando a Bela Domou a Fera - Eloisa James

TítuloQuando A Bela Domou a Fera (Contos de Fadas 1)
Título Original: When Beauty Tamed The Beast
AutorEloisa James
EditoraArqueiro
Ano2017
Páginas: 320
Bom dia!
Hoje a resenha é desse novo romance de época lançado pela editora arqueiro em março. O tão aguardado livro faz parte de uma série que reconta alguns clássicos contos de fadas em romances de época. Como o próprio título já demonstra essa obra trará personagens que foram baseados em A Bela e a Fera.

Linnet Thrynne é uma jovem linda, charmosa e deslumbrante, uma verdadeira beldade que consegue deixar até mesmo príncipes ao seus pés. Porém, Linnet carrega a marca de sua mãe na alta sociedade, os descuidos da mãe e sua luxúria no passado, fazem de Linnet uma jovem promíscua mesmo que a mesma nunca tenha tido esses pensamentos em relação a algum cavalheiro.

O preconceito que sofre até mesmo por parte da própria família por conta de sua genética acaba por transformar um pequeno mal entendido em um escândalo e deixa sua reputação em risco. Assim, seu pai a envia para Gales para se tornar noiva de Piers Yelverton, conde de Marchant, um excelente médico, mas com um temperamento difícil, um homem amargurado por um passado familiar conturbado e que possui um defeito em sua perna que acabou lhe conquistando o apelido de Fera por toda sociedade londrina. 

Piers não pretende aceitar a noiva que foi escolha de seu pai, mas a presença de Linnet acaba trazendo a tona sentimentos que ele esperava nunca sentir por mulher nenhuma. E Linnet que nunca antes tinha se sentido atraída por homem nenhum e acreditava ser incapaz de tais sentimentos, vai descobrir que pode compreender um pouco sua mãe e mesmo que não consiga aceitar suas atitudes pode vir a perdoá-la.

A relação que surge entre os dois é de descoberta, ambos possuem marcas em seu passado que acabam impedindo-os de viver ou de se entregar. Mas Linnet vai aprender muito com os dias que passará no castelo em Gales e Piers vai aprender que é capaz de amar. A dinâmica entre os personagens é bem encantadora, mesmo que um não queira aceitar o outro, acabam por se tornarem amigos e logo algo mais surge. O bacana é que a autora se inspirou no conto clássico para construir sua história porém o curioso é que ela se inspirou no Dr. House para criar seu conde Marchant, e realmente é bem parecido. kkk  

Os diálogos são bem divertidos e cheios de sarcasmo, e possui uma enorme dose de drama mas tudo bem equilibrado. Impossível não se apaixonar pela narrativa e os personagens criados por Eloisa, ela constrói cada personalidades com muito cuidado e complexidade, e desenvolve muito bem todos os personagens, desde os principais aos secundários.

A edição da arqueiro está linda né, a revisão está ótima e amei demais essa capa. O lançamento saiu no mesmo mês de lançamento do filme A Bela e a Fera da disney, o que deu maior visibilidade ainda para a obra literária. Uma indicação muito boa da diva Julia Quinn e eu não vejo a hora de conferir os outros livros da série.

Uma história intensa e emocionante e com certeza você vai se apaixonar e se encantar com essa leitura. A autora consegue prender a atenção do leitor do início ao fim em uma narrativa deliciosa e sexy.

Quem aí já leu ou quer ler? Me contem o que acharam ou esperam da leitura. ^^ 
Beijos

domingo, 9 de abril de 2017

[Resenha]: Em Algum Lugar Nas Estrelas - Clare Vanderpool


Título: Em Algum Lugar Nas Estrelas 
Título Original: Navigating Early
Autor: Clare Vanderpool
EditoraDarkSide Books
Ano2016
Páginas288
Bom dia aventureiros!
Hoje a aventura é por um livro muito delicioso que a DarkSide lançou no ano passado, esse livro lindo e super chamativo que faz parte do selo DarkLove. Eu logo quis comprar, mas acabou que enrolei um bocado para ler e fui deixando para depois, e finalmente esses dias resolvi não protelar mais e o peguei para ler e caramba... me arrependo de ter adiado tanto. É uma obra de tal grandeza! 

"As vezes, é melhor não ver todo o caminho que se estende diante de você. Deixe  a vida surpreendê-lo, Jackie. Há mais estrelas por aí do que as que já têm nome. E todas são lindas,.." Pág. 48.

O ano é 1945 e o jovem John(Jack) Baker, do interior do Kansas, aos 13 anos acaba de perder a mãe e vê sua vida virar de cabeça para baixo. Seu pai que foi para a guerra quando ele tinha 9 anos retorna para casa para um funeral e logo leva o menino para a Escola de Meninos Morton Hill em Cape Fealty, Maine. Deslocado e sem rumo, Jack acaba se sentindo pior ainda longe do pai e sem a mãe e a dificuldade em fazer amigos acaba por aproximá-lo um pouco do aluno mais estranho do colégio: Early Auden. 

O pai de Early era do conselho administrativo do colégio e faleceu após um infarto, então o menino possui bolsa integral, mas só comparece as aulas que quer. Early possui uma personalidade única e uma visão do mundo totalmente diferente dos demais, tem regras bem específicas para sua rotina como o dia certo para ouvir determinada música ou cantor. 

É com Early que Jack começa a se envolver com as atividades do colégio, como a regata do oitavo ano, que leva os dois meninos a se juntarem para reformar o barco Sweet Pie, onde Early começa a contar para Jack "a história de Pi" e aí começa a surgir uma amizade. 

Mas quando chega o feriado de natal e todos os alunos vão ficar com suas famílias, Jack fica sozinho no colégio e Early também, e Early se preparada para uma cruzada que Jack não pode permitir que o menino vá sozinho, e decide por acompanhá-lo.

"Ligar os pontos. Minha mãe dizia que olhar as estrelas tinha a ver com isso. 'Lá em cima é como aqui embaixo, Jackie. Você precisa procurar as coisas que nos conectam. Encontrar os jeitos com que nossos caminhos se cruzam, nossa vidas se interceptam e nossos corações se encontram'." Pág. 272. 

Assim, embarcam em uma jornada em busca de um urso pela trilha dos Apalaches, um lugar cheio de perigos, e para provar que Pi não tem fim. Uma aventura que se encontram com piratas e fantasmas, seres míticos e vidas que se entrelaçam de forma incrível. 

Se nos dias atuais, Early seria diagnosticado com uma forma altamente funcional de autismo, mas naquela época tal doença mal era conhecida, então ele era apenas considerado esquisito e diferente. A amizade que surge entre esses dois personagens tão diferentes, mas ao mesmo tempo tão parecidos, é totalmente linda, e eu creio que um foi a salvação do outro. 

"Era assim que as coisas funcionavam com Early. Ele podia ter a mesma informação que todo mundo tinha, mas, para ele, o significado era diferente. Ele via o que ninguém mais percebia." Pág. 248.

Em Algum Lugar Nas Estrelas é um romance idílico e utópico, quase como se estivéssemos em um sonho e a narrativa da autora é tão fluída e envolvente, tão poética, que a gente sente como se estivesse realmente viajando com Early e Jack, sente profundamente suas mágoas e dúvidas. A história é tão encantadora que ao terminar de ler eu não queria abandonar esses personagens que cativaram um lugarzinho no meu coração.

A edição da darkside é uma obra a parte né, a revisão está ótima e apesar de ser um livro pequeno o tamanho da letra é bem confortável para a leitura. Cada lançamento deles é feito com tanto carinho e cuidado para se tornar uma obra única e linda para se ter na estante (tanto que muitas pessoas compram e nem leem! =S), mas além dessa edição maravilhosa, a história é tão apaixonante e delicada e super merece ser lida, e acredito eu, um dia poderá ser considerada um clássico.

A história é sobre o luto, sobre encontrar a si mesmo e ver a beleza no mundo, mas principalmente sobre a amizade e o amor familiar. Então só posso dizer que super recomendo né, é uma leitura que vale a pena e se você curte o estilo vai se encantar e se apaixonar como eu, e se você não curte deveria ler também hehehe.

Quem já leu me conta o que achou? E o que achou da história, ficou curioso(a)? Não esqueça de deixar um comentário.
Beijos

domingo, 2 de abril de 2017

[Resenha]: A Guerra Que Salvou Minha Vida - Kimberly Bradley

TítuloA Guerra Que Salvou Minha Vida
Título Original: The War That Saved My Life
AutorKimberly Brubaker Bradley
EditoraDarkSide Books
Ano2017
Páginas240
Bom dia!
Hoje a resenha é Darklove! 
Para quem não conhece, DarkLove é um selo da DarkSide Books destinado a lançar livros de autoras femininas, ou seja, não quer dizer necessáriamente livros de romance ok? Essa é uma das apostas da editora nesse começo de 2017 e posso dizer que mais uma vez eles acertaram a mão na escolha.

Em A Guerra Que Salvou Minha Vida, conhecemos Ada uma menina de 10 anos que nasceu com o pé torto e passou sua vida sendo mantida fechada dentro de casa sendo humilhada e agredida constantemente pela mãe por sua deficiência. Ada passa parte do seu dia sentada numa cadeira olhando as pessoas na rua, as crianças brincando e se divertindo e os adultos passando, vendo tudo o que não pode ter e não pode ser.

"Eu não sentia raiva. Sentia tristeza. A tristeza era tanta, que eu me perdia nela." Pág. 172

Sem saber exatamente nem a sua idade, Ada nunca foi a escola e cresce ignorante a várias coisas ao seu redor, com o único propósito de cuidar e proteger seu irmãozinho Jamie, que ao chegar aos seis anos começa a ir para a escola por ser uma criança normal, o que deixa Ada mais sozinha ainda.

Entretanto, os tempos são complicados pois o ano é 1939 e a guerra ameaça eclodir por toda a Europa, assim as crianças são mandadas embora de Londres, para o campo, onde estarão mais seguras dos bombardeios alemães. E Ada vê nisso uma oportunidade para fugir da Mãe com seu irmão e ter uma vida diferente.

Assim, ela vai escondida com Jamie para o campo e é alocada com Susan Smith, uma mulher solteira e solitária que não sabe nada sobre cuidar de crianças. As dificuldades em se adaptar a nova realidade e rotina podem ser mais difíceis do que todos esperavam, mas Ada e Jamie vão aprender muito sobre várias coisas, palavras que não faziam sentido antes terão um significado, amizades improváveis irão surgir e o medo crescente dos bombardeios que ameaça as grandes cidades, também chegam ao interior.

"Parte de mim me considerava culpada por tudo. Por estar chique demais, por me achar importante demais, por não ser o tipo de filha que a Mãe pudesse amar. Por ser aleijada." 
Pág. 219

Ada e Susan são personagens complexos e traumatizados e que precisam aprender em meio as suas crises como conviver uma com a outra, mas ao mesmo tempo vão percebendo que precisam uma da outra para superar seus traumas e medos. Jamie é um menino um pouco mimado mas que também teve sua cota de sofrimento nas mãos da Mãe e amadurece bastante com a guerra.

É um livro intenso, pesado, uma história um pouco perturbadora na minha opinião, mas também possui momentos de reflexão bem interessantes, e alguns momentos divertidos e encantadores, a escrita da autora é leve, envolvente e fluida, a leitura passa com uma rapidez extraordinária, além de ser um livro pequeno. Impossível não se comover com a história de Ada e sentir na pele o tanto que a menina sofreu e as marcas que isso deixou nela, ainda mais perceber como é difícil reconstruir sua vida e aceitar afeto e amor quando nunca antes se teve nada disso.

Uma história linda de amizade, amor, superação e salvação, em como preconceitos e ignorância podem marcar profundamente uma pessoa, e principalmente uma criança. Em meio a tanta dor e violência proporcionados por uma guerra de Hitler, Ada antes de mais nada tem em si mesma sua própria guerra, contra a sua deficiência, contra a sociedade e contra a Mãe.

A história é narrada em primeira pessoa pelo ponto de vista de Ada, e a revisão da obra está ótima. A edição é tão delicada tanto a capa quanto o interior, simplesmente encantadora! As páginas são amareladas, daquele papel mais grosso e resistente, e o tamanho da letra é bem confortável para leitura. É daquelas edições de encher os olhos(e a estante! hehehe). Eu comprei em pré-venda na Amazon e ao final saiu por R$24,20 mais ou menos, então foi um preço bem bacana por um livro desses em pré-venda.

Pelo que eu puder ver no goodreads a história vai ter continuação(ebaaa! o/) The War I Finally Won, está previsto para ser lançado lá fora em Outubro de 2017, e eu não sei se a DarkSide Books vai lançar ou quando vai lançar. Mas espero muito que eles já estejam planejando trazer a continuação logo para cá.

Eu só posso recomendar uma obra dessas! E recomendar muuito. Vocês precisam ler e se encantar como eu, a escrita da autora é cativante e a história é emocionante(chorei do início ao fim, de tristeza, de alegria..). Com certeza uma das melhores leituras do ano e já favoritei, porque né...

Quem aí já leu? Vamos conversar? hahaha não deixem de comentar sobre o que acharam da leitura ou esperam da obra.
Beijos

sábado, 1 de abril de 2017

Na Minha Caixa de Correio #55

Boa tarde leitores!
Hoje vamos de bookhaul? Bora conferir o que chegou por aqui no mês de março? Depois de mais de dois meses sem comprar nada eu finalmente me rendi a algumas ofertas hehehe...
- HQ Vikings - N. 1 e 2 - Cavan Scott
Ir na banca de revista sempre resulta em alguma compra né, mas faz tempo que eu não passava por lá, até porque desanimei de comprar algumas HQs que eu estava acompanhando. Mas quando vi que tinha essas HQs de Vikings eu fiquei super animada pois eu adoro a série e dei uma pausa logo após terminar a segunda temporada e esses números começam entre a segunda e a terceira temporada da série. ^^ Já quero as próximas. Achei elas meio carinhas pela quantidade de páginas, R$9,00 cada, mas vou comprar enquanto der né hehe.
- Animais Fantásticos e Onde Habitam: O Guia dos Personagens - Michael Kogge.
Esse livro minha irmã trouxe de presente para mim! Ela sabe do meu amor por Harry Potter e agora também por Animais Fantásticos e em um passeio no shopping ela viu e resolveu me presentear ehehehe simplesmente amei. Ler sobre esses personagens que me cativaram vai ser maravilhoso.
- Quarteto Smythe-Smith - Julia Quinn.
Ahh esse box que desde que lançou me deixou nas nuvens! Eu não ia comprar ele não, estava/estou no aperto por aqui e o preço estava meio salgado, mas a Livraria Saraiva, linda e maravilhosa, fez a melhor promoção no dia da Mulher, toda mulher compraria com 50% de desconto no site ou na loja. Para comprar no site precisava de cupom e eu não recebi o meu e como foi um dia corrido acabei não conseguindo entrar no site para pedir para me enviarem, mas uma amiga recebeu e não usou e fez a gentileza de me passar, aí sim né! =D Comprei essa maravilha por R$75,00 com o frete, não foi totalmente barato, mas como fã que sou da Julia Quinn não podia perder a oportunidade, pois estava R$149,90. O primeiro livro eu já tinha recebido da editora e tem resenha aqui.
- Medo Clássico - Edgar Allan Poe
- A Guerra Que Salvou Minha Vida - Kimberly Bradley
Outro site que também arrasa nos descontos é a Amazon! Esses dias fizeram uma promoção em todo o site, você compra 4 livros e paga só 3, o mais barato sai de graça. Eles já fizeram essa mesma promoção com os livros da darkside outras vezes e essa semana teve de novo com os da DarkSide, mas essa(não lembro se foi no dia do consumidor ou algo assim...) era para todos os livros do site! E eu acabei comprando 4 livros da DarkSide kkkkkk só para não perder o costume. Pois eram os livros que eu mais estava desejando no momento. Por enquanto só chegaram esses dois pois os outros eram pré-venda. A Guerra Que Salvou Minha Vida eu já li e amanhã tem resenha.
- Quando a Bela Domou a Fera - Eloisa James
- Jardins da Lua - Steven Erikson
Em parceria com a Arqueiro eu recebi esses dois lançamentos de março, é a melhor editora! Finalmente teremos Eloisa James *----* meu coração chega a palpitar, e olha que foi indicação da própria Julia Quinn. Até já comecei a ler Quando a Bela Domou a Fera, mas também estou lendo Outlander A Cruz de Fogo, então devo demorar um pouquinho para finalizá-los. Jardins da Lua é o primeiro livro da Série O Livro Malazano dos Caídos, é uma aventura épica e fantástica super complexa e que já conta com vários livros lançados lá fora, e dizem que é uma leitura difícil então estou me preparando psicologicamente para ler kkkkk brincadeiras a parte, vou só terminar os que estou lendo e me aventurar por ele. 

Por enquanto é isso, espero que logo chegue mais hahaha! Se já leram algum, não deixem de me contar o que acharam, mas sem spoilers hein! Estão ansiosa para conferir algum deles?
Beijos