segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Resenha: Patch Adams O Amor é Contagioso

Título: Patch Adams: O Amor é Contagioso
Título Original: House Calls: How we can all heal the world one visit at a time
Autor: Patch Adams
Editora: Sextante
Ano1999
Páginas160
"No ambiente silencioso e esterilizado de um hospital, um palhaço com sapatos gigantescos e um enorme nariz vermelho surge de repente pela porta. Os pacientes que se cuidem... Rir é contagioso!
Patch Adams foi criticado oficialmente na escola de medicina por sua "alegria excessiva" e recebeu o seguinte conselho de um professor: "Se quiser ser palhaço, vá para o circo". Na verdade, Patch queria ser palhaço. Mas também queria ser médico. Ele conseguiu unir esses dois lados tão diferentes de sua personalidade e acabou sendo as duas coisas. 
A incrível história de Patch, que inclui ter sido paciente e, mais tarde, médico de uma instituição mental, celebra o triunfo de uma busca interminável de um ideal."

Bom dia galera.
Hoje vim resenhar um livro que chegou até mim de uma forma bem curiosa. 
Minha irmã estava procurando por ele e não conseguia achá-lo em livrarias físicas e onlines, ele já estava esgotado. Mas eu entrei em contato com a fofa da Natália, que cuida da parceria com a Editora Sextante e ela falou que ia tentar conseguir um exemplar para mim. Qual foi a minha surpresa quando alguns dias depois chegou o livro aqui em casa. ^^

O peguei imediatamente e comecei a ler, uma leitura suave, e fluida. Nem vi o tempo passar, algumas horas depois estava fechando o livro com um sorriso bobo na cara.

É um livro narrado pelo próprio autor, o Patch, que dá dicas de como se portar durante uma visita a um doente, amigo ou desconhecido. É como se fosse um guia, que auxilia aqueles que assim como ele, levam alegria aos pacientes de hospitais e casas de repouso.

Mas se engana quem pensa que o livro é tedioso, e que como você não faz esse tipo de coisa não vai se interessar por essa leitura. Esse é um livro que lhe mostra como viver, viver bem e ser feliz, cheio de dicas para o bem estar físico e mental, fala sobre amizade, família, amor, paixões, natureza, entre outros pontos importantes.

Eu me senti muito bem lendo esse livrinho, são apenas 160 páginas, mas contem uma sabedoria gigantesca.

Para mim foi mais interessante ainda de ler para conhecer um pouco mais sobre o mundo dessas pessoas que levam não só alegria, mas paz e esperança aos enfermos, minha irmã mais velha faz um trabalho incrível com uma tropa de palhaços em sua cidade, e eu a amo e admiro ainda mais por essa atitude.

Não dá para falar muito sobre o livro, só gostaria de pontuar que esse é um livro que todo ser humano deveria ler pelo menos uma vez na vida. E por ser uma leitura rápida, não perderá tanto tempo assim não é? Então uma dica, se estiver passando por algum sebo e achar o livro, aproveite e o leve com você. Eu acho que a editora deveria fazer alguma nova tiragem dessa obra, é uma ótima pedida para dar de presente a um amigo. 

Esse livro foi adaptado para os cinemas em 1998, com a atuação do incrível Robin Williams como Patch. Bom, eu assisti há muitos anos, quando era bem menina, então mal me lembro do filme, mas depois dessa leitura quero rever o filme. Fica a dica, tanto o livro quanto o filmes são uma ótima opção para esse fim de ano não acham?

Beijos





13 comentários:

  1. Muito bom o texto... Simples e objetivo. Parabéns

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o texto... Simples e objetivo. Parabéns

    ResponderExcluir
  3. Oii Carol, tudo bem?
    Que capa é essa guria? Eu adorei a tua resenha e te entendo perfeitamente quando fala que todos deveriam ler este livro <3
    Beijão
    segredosliterarios-oficial.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Carol, tudo bem?

    Esse livrinho parece e é aqueles perdidos que depois que tu lê tu vira outra pessoa hahahha. Só de saber que tem o Robin Williams em uma adaptação pra ele já me da mais vontade ler (o cara era um gênio da atuação e em fazer as pessoas sorrirem). Espero que eu encontre em um sebo por aí

    Beijos, Pâm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso Pâmela! ^^ Espero que encontre sim. Bjos

      Excluir
  5. Oi. eu vi o filme e gosto de usar em sala de aula. Nem o filme nem o livro são tediosos, pelo contrário. Uma história rica e fabulosa. Excelente resenha para ler num fim de semana <3 <3 <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bacana Lilian, usar o filme em sala de aula. =D

      Excluir
  6. Parece ser um livro tão <3
    Amo esse trabalho de levar alegria para os hospitais, uma boa risada faz um bem danado. Esse livro parece ser um manual para a vida, sempre fico sem jeito quando vou visitar alguém doente.

    Abraços,
    Karina do blog Eu e Minha Cultura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz um bem enorme mesmo. E realmente é um manual e por isso é tão legal, porque ele mostra como pequenas atitudes diárias podem fazer a diferença. =)

      Excluir
  7. Oiie
    tenho muita curiosidade no livro e no filme, comcei a ver mas não cheguei a terminar, porém estava adorando e está uma bela resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir