sexta-feira, 16 de julho de 2010

Resenha: Centúrias - Bruna Longobucco

Pitfal é uma cidade muito pequena e misteriosa no sul do Brasil, e é o novo destino de Ayla Levale, uma garota de 18 anos, tímida e sem muitos amigos que vive se mudando devido aos tristes relacionamentos da mãe, Valentina.
Após chegar a essa cidade mística, Aylá, descobre que é a cidade natal de sua mãe e conhece sua avó, a quem sua mae nunca havia mencionado antes por nao terem um bom relacionamento. Após se instalarem coisas sem explicação passam a acontecer, como por exemplo o fato de uma coruja nao sair da janela de seu quarto como se a estivesse vigiando e sonhos estranhos começam a perturbar seu sono, uma jovem lhe pedindo ajuda. 
Um dia quando esta passeando pela cidade, Aylá conhece Kelly, e se encanta com um jovem chamado Igor, mas Igor é um Telfort e há uma enorme rivalidade entre suas familias.  Será que esse relacionamento poderia dar certo?
Logo Aylá descobre que é uma Bruxa, uma herdeira e que sua Avó uma Bruxa tambem, que faz parte da ordem das Centúrias. Uma ordem muito antiga que é voltada para o bem e que tem uma forte ligação com a natureza e os animais, logo  ela também descobre que pode falar com os animais. E faz amizade com Nekár e Tamy dois filhotes de gatos e Itira a curiosa coruja que Aylá descobre ser sua protetora enviada por sua avó Leonora.
Mas há uma ordem de bruxos maligna, os Dargais, que se ocupam em espalhar o medo e a discórdia e seu desejo mais profundo é destruir as centúrianas.
Aylá precisa se preparar para sua iniciaçao e precisa aprender a usar seus poderes corretamente e precisa lidar com fatos que ela desconhece e segredos que sua família lhe escondeu toda a sua vida. Um historia apaixonante, um amor que pode ultrapassar barreiras e muitos misterios pairam sobre a cidade de Pitfal.

“Nem assumindo minha verdadeira natureza eu conseguia libertá-lo. E as outras bruxas não podiam se mover. Parecia que tudo estava perdido. Segurei a chave, tentando resgatar meus poderes, lutando contra o bloqueio negativo que me enredava e ameaçava a vida de Igor. Se houve um tempo em que não acreditei no amor, agora não acreditava na possibilidade de existir sem tê-lo ao meu lado. Havia muito em jogo. A ordem centuriana; a vida das criaturas claras; meu sol. Por isso, eu precisava reagir. Já havíamos passado por tantas coisas e não seria justo que após tantos desencontros fôssemos separados novamente. Repassei os ensinamentos da feiticeira-anciã. A resposta, ela dizia, está dentro de nós. É preciso acreditar na magia. Foi então que percebi: eu não lutava apenas contra os meus inimigos. Lutava contra o peso da realidade e de minhas próprias limitações”.

Há muito tempo nao lia um livro sobre Bruxas e achei incrível a desenvoltura da escrita e a historia me surpreendeu do inicio ao fim. 
Ainda mais por ser uma escritora nacional e eu nao ter o costume de ler. 
Me apaixono cada vez mais com a nossa literatura e acho que as editoras deviam dar mais espaço aos autores nacionais. =D
Parabéns a Bruna Longobucco pela história incrível !!!
Para quem gosta de um livro com muito romance e  bastante aventuras eu super recomendo.

Um comentário:

  1. EeEe, mais uma autora nacional! Quero mto ler Centúrias! *-*
    ;**

    ResponderExcluir