segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Resenha: A Sensitiva - Hannah Howell

Título: A Sensitiva
Título Original: If He's Sinful - Wherlocke 2
Autor: Hannah Howell
Editora: Lua de Papel
Ano: 2012
Páginas224
"Por toda a Londres do século XVIII, é possível ouvir sussurros e boatos sobre os dons inexplicáveis da família Wherlocke. Mas o Lorde Ashton, um homem com firmes convicções, é uma das vozes mais céticas de seu tempo, e tudo caminhava para continuar assim... até encontrar uma bela mulher desacordada, largada no quarto de um bordel.
A mulher misteriosa é Penélope Wherlocke, e seu dom especial a levou para um mundo perigoso de alta sociedade, quando foi sequestrada, tratada como um produto e vendida a uma cafetina criminosa. Ao vê-la, Ashton ficou enfeitiçado. Algo lhe diz que deveria esquecê-la, mas é atraído cada vez mais para a vida dela, transformando-se em seu protetor.
Porém, Penélope é uma mulher com idéias próprias, algo que sempre a afastou dos homens de sua época, mas enfim encontra alguém seguro e capaz de lidar com suas habilidades sobrenaturais."

Mais uma leitura de época deliciosa para se fazer em um dia!
Eu tinha esse livro há algum tempo e já li o primeiro da série e gostei bastante, mas não me lembro totalmente da história. Ao começar a ler esse fui com cautela, mas a história é tão intensa e fluída que eu não queria parar de ler e ansiava pelo final.

A família Wherlocke é famosa por seus dons sobrenaturais, famosa e temida, o que fez com que se tornassem pessoas reclusas e fechadas, pois seus dons na maioria das vezes não eram compreendidos. Penélope é uma jovem capaz de ver e falar com espíritos, mas que possui um passado turbulento e vive escondida na casa que antes fora de sua mãe e agora é comandada por seu meio-irmão e sua meia-irmã. 

Após a morte do pai, seus dois irmãos menores foram abandonados quando sua mãe se casou novamente, por serem frutos da traição do pai, assim ela resolve cuidar de ambos sozinha o que acarreta no restante de seus parentes despacharem seus filhos bastardos para serem criados por ela, eis que surge a Toca Wherlocke, onde varios meninos vivem juntos com o auxílio de Penélope e é o refugio que a jovem tem.

Um dia, ao voltar tarde para casa depois de ir cuidar dos meninos, Penelope é sequestrada e levada para um bordel onde será vendida com uma prostituta a algum lorde qualquer, mas o lorde que surge em seu quarto é ninguém menos do que Lorde Ashton, pretendente de sua meia irmã, Clarissa Hutton-Moore, e por quem Penelope nutre fortes sentimentos desde que o viu pela primeira vez pela janela de seu sótao.

Após a confusão que surge com a chegada dos irmãos de Penélope para resgatá-la, Lorde Ashton se vê no meio de uma trama improvável e acaba se sentindo cada vez mais atraído pela jovem que estava prestes a deflorar. Assim ajuda a ela e seus irmãos a fugirem e chegarem em segurança em casa.

Desconfiado dos fatos que levaram Penélope a ser sequestrada, Ashton investiga sua origem até descobrir que ela é meia-irmã da mulher de quem estava noivo e suas suspeitas sobre a segurança de Penélope aumentam e ele se torna cada vez mais protetor em relação a ela. 

Apesar de seus sentimentos por Penélope crescerem a cada dia, e ele nada sentir por Clarissa, Ashton não pode desfazer o noivado, uma vez que precisa se casar com uma mulher que tenha um dote considerável pois seu pai deixou a família na ruína e agora cabe a ele cuidar de sua mãe, tias e irmãos e irmãs. Entretanto faz de tudo ao seu alcance para proteger tanto Penélope quanto os meninos que estao sob sua proteção.

Narrado em terceira pessoa, Hannah nos apresenta uma história dramática e cheia de elementos sobrenaturais, mas também há muitos sentimentos humanos, como traições, luxúria, ganancia, violência, mas no meio disso tudo tem a família Wherlocke e seus membros dotados de habilidades extraordinárias, que dão um toque especial para a história.

Gostei bastante da leitura, pois apesar de ser um romance de época é bem misturado com cenas de ação e drama, e com uma leitura rápida, emocionante e envolvente. Os personagens secundários são fantásticos, adorei conhecer os parentes de Ashton e achei todos encantadores, e quanto aos amigos do mesmo, ahhh simplesmente amei, principalmente Brant. E o que falar dos meninos! São uma benção na vida de Penélope. 

É uma leitura gostosa, despretensiosa e bacana. Não dava nada para essa autora mas tenho gostado bastante da série, e vi que ela tem vários romances de banca lançados, quem sabe consigo achar alguns no sebo. ^^

Já leu? Me conta o que achou ou espera da leitura. 
Beijos

20 comentários:

  1. Oii, adorei, a leitura do livro parece fluída, pelo que vc contou na resenha, não parece ser um livro entendiante, prq qdo se fala em romances de época sempre penso em clichés, rs mas esse parece interessante! Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro mistura elementos diversos o que deixa a leitura bem fluida e envolvente. Você iria gostar! =)

      Excluir
  2. Oiii Carol, como vai?
    Que livro mais lindo garota, eu fiquei apaixonada pela obra em si e quero muito realizar a leitura e parabéns pela resenha.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Morgs. Espero que te encante assim como a mim. Bjo

      Excluir
  3. Carol, linda!

    Não conhecia o livro, mas suas palavras me fizeram apaixonar rsrsrsrs
    Parabéns pela resenha!

    Bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Carol! Confesso que esta série estava nos meus interesses, mas acabei deixando de lado e não li nenhum livro ainda, apesar dos bons comentários que leio dela. Fazia tempo que não lia algo sobre a série, e sua resenha voltou a me despertar interesse, ainda mais por ser um romance de época com muito drama e ação.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. OI linda,

    Eu já peguei e coloquei novamente os livros dessa série nas prateleiras das Americanas haha e acho que da próxima vez que passar por lá e ver esses livros vou adquirir porque me interessei pelo enredo e essa família poderosa.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá! Tudo bem?
    Conheço o livro, mas não li ainda, já li outros livros da autora mas esse não despertou minha curiosidade. Já vi que ele é muito comentado e que vários leitores gostam, mesmo sendo histórico, que um gênero que adoro, fantasia e sobrenatural não curto muito!. Parabéns pela resenha!
    Bj

    ResponderExcluir
  7. Amei o blog, ainda não conhecia.
    Segue meu blog, estou te seguindo como Art of life and books.
    Art of life and books

    ResponderExcluir
  8. Carol, já tinha ouvido falar da série até tinha um livro dela, mas acabei me desfazendo.
    Sinto, pela sua resenha, que fiz uma besteira.
    É bem provável que eu fosse gostar muito, amo histórico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, que pena hein Déborah! Mas eles vivem em promoção, logo aparece uma e quem sabe você aproveita. =)

      Excluir
  9. Oii

    Li este livro faz uns anos e adorei! Parei no segundo volume haha

    Adorei a resenha

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá
    Eu gostei também da série e o legal que não é continuação, vc pode ler aleatoriamente.
    Vou sortear na pagina do face A Intuítiva.
    Adorei a resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho isso muito bom, de nao ser continuação. Não só por poder ler fora de ordem como também quando faz tempo de ter lido um e não lembrar nadinha hahaha aí ler o próximo não influencia em nada. =D

      Excluir
  11. Olá, não conhecia a obra...sua resenha me deixou curiosa para conferir também. Já estou anotando a dica ;)


    Abraços

    ResponderExcluir
  12. Oi Carol!
    Que legal que você gostou desse livro, ouvi tantas críticas negativas da obra que me tirou a vontade de ler o livro, mas quem sabe um dia.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir