segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Resenha: As Últimas Lembranças

Título: As Últimas Lembranças
Autor: N. M. Brudeki e J. S. de Moraes 
Editora: Highlands
Ano: 2012
Páginas: 559


"Não se engane o leitor se, ao ler os primeiros capitulos, pensar que se trata de um tema meramente religioso. Na verdade, o livro explora uma alternativa para a história Cristã relacionada com a traição de Judas, ao mesmo tempo em que apresenta ao leitor um mundo de negociatas e conluios que resultam em crimes e perversões dentro da maior religião do mundo.
Debatendo-se entre os conflitos morais e temporais está o frade Ângelo Gabriel (o mensageiro) que, mesmo estando no centro do cristianismo, logo percebe que tudo aquilo que lera na historia se trata apenas de uma mentira tosca e manipulada por aqueles que detêm o poder dentro da religião. Embora, inicialmente, sequer suspeite dos planos de certos clérigos e aja apenas com boa intenção, as tentativas de mudar o presente através do passado o colocam em meio a uma sequência de crimes sordidos e horrendos. Sua base religiosa estremece bem diante de seus olhos e perguntas brotam em sua mente já perturbada pelo estresse da perda de amigos muito próximos. Os conceitos morais não são o suficiente para explicar o que seus olhos veem. Muito pelo contrário, ao invés de esclarecer, o levam a becos sem saída.
Angelo precisa manter o coração aberto e confiar em seus proprios instintos e ter a esperança de que, ainda, pode ser encontrado o melhor do ser humano. É o unico modo de cumprir suas missões: a primeira, recebida pelo Mestre, e a segunda, em desvendar quem é o ardiloso idealizador e autor por trás dos eventos criminosos ocorridos no passado e no presente."

Angelo é um frade que está participando de um projeto secreto no vaticano. Este projeto consiste em realizar viagens ao passado, na época de Jesus e apenas observar. Conforme sua viagem vai passando ele recebe a missão de abordar o "Mestre" e guia-lo para o caminho que resulta em sua morte para a salvação da humanidade. O que ele não esperava é que a cada mínima modificação no passado resulta e mudanças muito perceptíveis no presente em que ele vive.

Diante de tais resultados, os líderes do projeto, em busca de poder resolvem fazer interferências mais drásticas, com que propósito Angelo nem desconfia. Mas ele terá que decidir se quer mesmo ser responsável pelo que pode vir a acontecer, ainda mais após um assassinato brutal de um amigo ocorrido dentro do Vaticano, sede da maior religião do mundo.

Esse livro foi muito difícil de ler, não por culpa do mesmo é claro, foi mais porque eu resolvi lê-lo em um momento mais complicado da minha faculdade. Estando no penúltimo ano do curso, o segundo semestre é mais puxado, pois além dos trabalhos e provas que são comuns nos outros anos, esse ano se iniciou a prática jurídica, então, tive audiências para assistir, pastas de estágios para fazer e tudo o mais.

Então estava difícil de conciliar a leitura desse livro, pois é um livro com um tema forte e interessante e com um numero de páginas extenso. Não é um livro para se ler em alguns dias, e eu acabei intercalando ele com alguns livros mais finos e de leituras mais rápidas.

Mas ao terminar de lê-lo há algumas semanas eu fiquei simplesmente fascinada. É um livro maravilhoso, pesado com certeza, e com cenas violentas, mas é um livro que nos faz refletir, pensar nos caminhos que a nossa sociedade vai tomando e como nossas decisões influenciam em tudo.

É uma história bem escrita, muito bem escrita mesmo, a nível de grandes suspenses e mistérios que vemos a nível internacional. Não tenho preconceitos contra a literatura nacional, na verdade, eu acho que nossos autores deveriam sim ser mais reconhecidos, esse é um livro que deveria estar na estante de muitos brasileiros. Mas o que vemos hoje em dia é o contrário, a maioria dos brasileiros compram somente livros best sellers e que nem sempre nos acrescentam. Quero deixar claro que eu também gosto de livros assim, mas eu gosto de ler de tudo sem preconceitos, seja clássico, atual, nacional ou internacional, romance ou suspense.

Eu adorei o final. E fiquei curiosa por saber se haverá uma continuação, não que não tenha um final, pelo contrário, mas deixou uma possibilidade de um segundo livro. Recomendadíssimo! Para quem tiver interesse em adquirir o livro, ou ao menos ter alguma informação sobre o mesmo é só entrar nesse link. =)


NOTA: 4/5


19 comentários:

  1. Esses livros de um estilo mais complexo, associados a uma fase da vida cheia de compromissos, são difíceis de se conciliarem. Por isso eu entendo que você tenha demorado na leitura, mas acho natural, e antes que você demore do que não consiga absorver a essência da história.
    Me interesso bastante por histórias que nos façam refletir, mas acho que seria difícil eu chegar a ler esse livro, pois provavelemente eu não o compraria nem o encontraria em uma biblioteca. De qualquer forma, você me influenciou a dar mais valor a livros não tão famosos e divulgados. Todas as obras deveriam merecer uma chance.

    http://leitoresforever.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Cris. Se déssemos mais valor essas obras seriam muito mais conhecidas e valorizadas, o que deixaria os livros mais acessíveis aqui no Brasil, uma vez que romances nacionais são mais caros que best sellers. Quem sabe, um dia vc o encontra e aprecie a leitura? *--*

      Excluir
  2. Eu não curti muito o livro, não é muito meu tipo!
    Gostei da resenha em !
    Beijos
    cheireiumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oii, tudo bem?
    Parece um bom livro, apesar de não ser exatamente o tipo de livro que eu prefiro...
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    Não costumo ler livros desse estilo, mas parece ser um livro interessante. Só uma observação, esse fundo dificulta e muito a leitura dos seus posts, ao menos pra mim.

    Beijos
    http://coolturenews.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eve. É muito interessante.
      Obrigada pela dica, vou dar um olhada e ver se troco.
      bjos

      Excluir
  5. No começo da sua resenha eu tinha certeza que não era o tipo de livro que me interessa. No final eu já estava super curiosa e com vontade ler! Não sei se te agradeço a indicação, ou se acho ruim por você engordar minha lista de compras! hahahahaha
    Ótima resenha! ;)

    Samara - Infinitos Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que bom Samara!
      Espero que você o leia e goste *----*

      Excluir
  6. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro e confesso que ele não chamou a minha atenção de imediato, não gostei nadinha da capa, essa mão ai me deixa arrepiada kkkk A história do livro me deixou interessada, ela parece ser bem diferente e bacana, mas no momento não é uma leitura que eu quero fazer, sabe? Pode ser que mais para frente eu o leia :c

    Beijos :*
    Larissa - http://srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahahaha essa capa realmente não é atrativa, tbm fico arrepiada ao vê-la. Mas o que me chamou a atenção foi a historia e não a capa. hehehe

      Excluir
  7. Olá amore, como vai?
    Nunca ouvi falar desse livro, mas fiquei um pouco assustada com a quantidade das páginas. Não sei se teria coragem de ler, mas quem sabe... Você elogiou tanto que fiquei com uma pontinha de curiosidade.
    Beijos e sucesso flor.
    chuvaelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Credo! Essa capa é tão... sangrenta (trocadilho péssimo, eu sei rs).
    Fico feliz em saber que um enredo tão rico assim pertença a um autor da casa.
    Gosto bastante dos livros do Dan Brown, o que pode fazer com que eu provavelmente goste desse livro, pois percebo algumas semelhanças no enredo.
    Gostei muito desse livro mesmo, parabéns ao autor pela ideia.
    Beijos!

    eueminhacultura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karina.
      Eu achei bem semelhante a forma de escrita com o Dan Brown, mas os autores são bem originais e tem muito talento.

      Excluir
  9. Hmmm... Parece ser um ótimo livro, hein, mas acho que só leria se caísse nas minhas mãos haha
    Argh, não gostei dessa capa :/
    Ótima resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Um bom livro que tenha um conteúdo a se observar melhor não apenas para entretenimento é ótimo para se ler devagar, me peguei pensando em Código Da Vinci com esta resenha, acho interessante abordar o que a sociedade impõe e muda conforme o tempo e além disso o livro abordar o Cristianismo foi um toque de mestre do autor, estará na minha lista de leitura.
    Sobre livros e compromissos estou me sentindo assim também, estou lendo Arquivos Serial Killers: Louco ou Cruel para minha faculdade de psicologia, são ótimos livros ainda mais com histórias reais que devem ser lidas de forma que não se perca nenhum detalhe, este teu livro é exatamente assim, não importa quando termine, mas que consiga absorver todo o conteúdo de forma correta.
    http://k-secretmagic.blogspot.com.br/
    Xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade. O bom é terminar a leitura e absorver os ensinamentos e conceitos contidos nele! ;)

      Excluir
  11. Gostei demais da sua forma de falar sobre o livro. Eu também li este livro e foi uma experiência muito interessante. Como eu sou um pouco rebelde quanto a religião, acabei fugindo das aulas de catequese então, em alguns momentos eu fiquei meio perdida, mas de um modo geral o livro é mesmo muito bom!

    ResponderExcluir